Sábado, 08 de Agosto de 2020
Brasil

Polícia Federal realiza operação em Três Coroas, com busca e apreensão de líder de organização criminosa

Publicada em 29/07/20 às 11:18h - 331 visualizações

por Conexão Noticias


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Reprodução/Polícia Federal)
Na manhã desta quarta-feira (29), a Polícia Federal realizou um mandato de busca e apreensão na rua 12 de maio, centro de Três Coroas, onde prendeu o líder da quadrilha que falsificava dinheiro, e além disso, fechou um laboratório de produção de notas falsas. 

Segundo informações, a "Operação Pirita" insvetigou a falsificação de dinheiro, que contava com maquinários diversificados e técnicas gráficas para a falsificação das cédulas. Ao todo foram seis mandatos de prisão, que também ocorreram nas cidades de Cruz Alta, Canela e Torres.

Além do líder do quadrilha preso em Três Coroas, um médico foi preso em flagrante em Torres, que segundo a PF, negociava as notas pelas redes sociais e enviava aos compradores pelos Correios. 

Na operação, foram apreendidos grandes aparatos para a fabricação de moedas, como papéis, tintas e impressoras. Além de notas falsificadas e outras em produção, que passarão por perícia da PF. 

Segundo a investigação, a organização criminosa colocou milhões de cédulas falsas no mercado brasileiro nos últimos quatro anos. A polícia já identificou e recolheu 28 mil cédulas falsas produzidas pelo grupo, sendo notas de 10, 20, 50 e 100 reais, que se somadas fica próximo ao montante de R$ 2 milhões. 

Além da manutenção do laboratório de fabricação de dinheiro falso, há comprovações que o grupo também realizava a venda de cédulas através de redes sociais. Os investigados possuiam antecedentes crimanais, inclusive pelo mesmo motivo da ação deflagrada hoje. Eles irão responder pelo crime de Moeda Falsa, cuja pena é de 3 a 12 anos de reclusão e formação de Organização Criminosa, com reclusão de 3 a 12 anos.

Os presos, que não tiveram as suas identidades reveladas pela polícia, foram encaminhados para a carceragem da Polícia Feredal em Porto Alegre, onde ficarão a disposição da Justiça Federal.





ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (51) 99648 3615

Visitas: 1572121
Usuários Online: 131
Copyright (c) 2020 - Conexão Noticias - Informação na palma da sua mão